Linho sai da terra

Voltar

No passado dia 6 de julho um grupo de santamartenses juntou-se para arrincar o linho. Plantado no final de abril num terreno do lugar de Samonde, cedido pelo Sr. Meleiro, esteve cerca de dois meses na terra. A produção rendeu cerca de dez quilos de semente e este é já o terceiro ano consecutivo que se executa a sementeira. Esta atividade vai enriquecer os conteúdos do Núcleo Museológico do Linho de Santa Marta de Portuzelo, inaugurado em setembro de 2017. É um projeto que envolve vários parceiros e elementos da comunidade, apostando na intergeracionalidade e partilha de saberes, nomeadamente dos idosos que ainda se lembram desta atividade. Após a ripagem o linho vai a alagar no rio de Santa Martinha, passando por vários tormentos até chegar à peça final do linho. Para acompanhar estas atividades podem aceder à página: https://www.facebook.com/NucleoLinhoSantaMartaPortuzelo/

Freguesia de Santa Marta de Portuzelo