Orçamento para 2017

Voltar

A elaboração de um orçamento é sempre um passo muito importante para a concretização de um plano. Ser realista é sempre um exercício difícil, pois prever receitas e despesas futuras só será possível se houver a garantia que as receitas são reais e não houver derrapagem nas despesas. Fazer um orçamento ambicioso é sempre a tentação de qualquer dirigente, na procura de cumprir aquilo que ambiciona. A preparação do orçamento do Executivo da Junta de Freguesia torna-se difícil na medida que é impossível ter uma garantia aproximada das receitas. Assim, ter a ambição de uma taxa de execução de 100% ou próxima disso, é um exercício inglório. 2013 foi o ano onde a receita ultrapassou os valores habituais, superando os 320.000€. Já no ano de 2012 as receitas foram cerca de 208.000€. Portanto, uma diferença de mais de 110.000€. Não se prevendo que 2017 seja igual a 2012, mas acreditando que poderá ser semelhante a 2013, o Executivo fez o exercício de reduzir as receitas, definindo uma redução clara relativamente a 2016, no intuito de aumentar a sua taxa de execução orçamental e ser mais realista naquilo que serão as metas a atingir. Depois de ouvidas as associações e os membros da Assembleia de Freguesia, várias são as metas traçadas no plano de atividades, mas uma certeza é bem clara para orçamento de 2017: orçamento realista e não eleitoralista.

O Executivo espera que, após desenvolvidos todos os passos necessários para o arranque da requalificação do Souto de Santa Marta, o Executivo da Câmara Municipal possa garantir o investimento necessário, dando luz verde para o arranque das obras.

 

     

Freguesia de Santa Marta de Portuzelo